6 receitas caseiras para artrite reumatóide

Receitas simples que vão ajudar a tratar a artrite e melhorar a qualidade de vida.

Dores frequentes no cotovelo, tornozelos, joelhos, ombros e principalmente nas articulações das mãos e dos pés podem ser apenas um dos sintomas da artrite reumatóide.

Essa inflamação que ataca lentamente os ligamentos, se não tratada, pode causar a erosão óssea e a deformidade da articulação. Nesse artigo de hoje, vamos debater os fatores de risco e quais formas de prevenir esse mal.

Até o momento, o que sabemos é que o principal alvo dessa doença, são mulheres com mais de 40 anos, porém em raros casos, homens e jovens não estão livres de desenvolver essa doença.

Os principais fatores de risco são:

  • Fumo;
  • Doenças periodontal crônica;
  • Exposição ao mineral silício.

É importante saber que tudo se inicia com o sistema imunológico atacando o revestimento das membranas que cobrem as juntas.

Os principais sintomas são:

  • Rigidez matinal;
  • Fadiga,
  • Inchaço
  • Dores.

6 receitas caseiras para artrite reumatóide

Essa doença infelizmente não tem cura ainda, somente tratamento com acompanhamento médico, mas existem métodos naturais para poder conter e minimizar os seus sintomas:

1. Exercício e atividades físicas

Atividades físicas regulares e com acompanhamento de um profissional é a melhor forma de colaborar com a diminuição da fadiga do corpo e uma forma positiva de fortalecer a musculatura.

Além de reduzir as chances de desenvolver a osteoporose, é um aliado no combate da depressão, outro sintoma muito comum nos portadores dessa doença.

2. Compressas quentes e frias

A alternância de compressas quente e fria ajuda a relaxar a musculatura dolorida e a compressa fria trabalha na redução das inflamações das dores causadas pelo inchaço nas articulações.

É muito simples, enrole algumas pedras de gelo em uma toalha bem fina para fazer a compressa e no caso da quente, ferva uma panela de água e mergulhe a toalha.

Aplique sobre a área afetada a toalha quente, por cerca de três minutos, depois logo em seguida, aplique a toalha com as pedras de gelo por cerca de um minuto.

Repita esse procedimento entre 15 a 20 minutos, várias vezes ao dia, para obter bons resultados.

Se houver vermelhidão na pele, evite a compressa quente e se você tem problemas de circulação, consulte um médico antes de realizar a compressa com gelo.

3. Óleo de peixe (ômega 3)

As dores nas articulações e a rigidez muscular, podem ser reduzidas com a ajuda do ômega 3, este óleo extraído dos peixes das águas profundas, age como um anti-inflamatório no organismo e também protege contra doenças cardíacas.

O ideal é fazer uso de 3 gramas de ômega 3 por meio de cápsulas (com pelo menos 30% de EPA/ DHA) duas vezes por dia.

Ou introduza na sua dieta semanal a sardinha e o salmão selvagem, mas sempre consulte um médico antes de iniciar o uso de qualquer tipo de suplementação alimentar, pois eles podem interferir diretamente no efeito de alguns remédios.

4. Açafrão-da-terra (cúrcuma)

A cúrcuma é um anti-inflamatório e antiartrítica, possui ação bloqueadora de algumas enzimas e citocinas que causam a inflamação.

Receita de chá de cúrcuma

Confira o passo a passo.

Ingredientes:

  • Açafrão da terra (cúrcuma): 1 colher (chá) em pó;
  • Água: 1 xícara.

Modo de preparo:

1. Ferva a água;

2. Acrescente uma colher de cúrcuma em pó;

3. Deixe ferver por 10 minutos;

4. Deixe esfriar e beba de uma a duas vezes por dia.

Você pode também tomar de 500 a 1.000 mg em forma de comprimidos, três vezes por dia.

Atenção com o uso indiscriminado dessa raiz, pois a cúrcuma em altas doses pode se tornar um anticoagulante e causar problemas estomacais.

5. Vinagre de maçã

Ele é rico em minerais como potássio, cálcio, magnésio e fósforo, auxiliando na diminuição dos sintomas da doença.

Adicione 1 colher (sopa) de vinagre de maçã não filtrado, 1 colher (chá) de mel e 1/2 xícara de água quente.

Beba este preparado uma vez por dia e você também pode fazer massagens na área afetada com o vinagre de maçã.

6. Óleo de rícino

Aplique na região afetada, enrole com um pano de preferência de algodão, e cubra com um plástico.

Faça esse procedimento todos os dias antes de ir para a cama.

Importante: as dicas do site não substituem uma consulta ao médico

Admin